Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Compartilhe

    Sávio
    Moderador
    Moderador

    Título : Where's my drink?
    Plataforma : PC
    Mensagens : 11721
    Reputação : 129
    Idade : 20
    Localização : São João de Meriti, RJ

    Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por Sávio em Qui 09 Maio 2013, 18:22

    As teorias de envolvimento com alienígenas já não são mais aceitas como eram até alguns anos atrás, mas ainda há muito a ser explorado no local.

    Puma Punku, que significa “A Porta da Puma” em Aymara, é parte de um gigantesco complexo de templos em Tiwanaku, um dos mais importantes sítios arqueológicos da Bolívia. Estudiosos das culturas andinas afirmam que esta civilização foi uma importante precursora do império Inca. A região surgiu como uma grande área de atividade econômica, religiosa e política próxima ao lago Titicaca.

    Um primeiro olhar sobre Puma Punku faz com que não seja possível imaginar como tudo aquilo foi construído por uma civilização que ainda não tinha algumas tecnologias essenciais, como a roda. Os cortes são precisos, os ângulos das pedras são retos e os blocos parecem terem sido cortados em série ou com equipamentos elétricos. No entanto, testes de carbono apontam que a construção deve ter ocorrido entre 300 d.C. e 500 d.C.

    A estrutura de Puma Punku

    Atualmente, Puma Punku conta com uma estrutura sem muita lógica, mas a bagunça não é proposital. Pesquisadores acreditam que, a perfeita estrutura das pedras fez com que o local se tornasse atraente para saqueadores – o material existente ali seria forte o bastante para a construção de diversas estruturas.

    Relatos de viajantes feitos há 400 anos mostram que grandes rochas do local estavam sendo roubadas para a construção de casas e igrejas em um vilarejo próximo. No entanto, Puma Punku foi originalmente construída de forma ordenada, embora até hoje não tenha sido encontrado qualquer plano de montagem.

    O primeiro mistério: o transporte

    Puma Punku foi construído com pedras de cerca de 130 toneladas, sendo que todas teriam sido extraídas da margem oeste do Titicaca, algo que exigiu o transporte das rochas por cerca de 10 km — ou seja, a primeira dificuldade para a construção das estruturas já deixa os pesquisadores de cabelos em pé.

    No entanto, ao observar atentamente os detalhes de grandes blocos de rocha, pesquisadores encontraram espaços que serviriam como apoios para a fixação de cordas, possivelmente utilizadas para arrastar as gigantescas pedras.

    O respeitado arqueólogo e especialista em Puma Punku, Jean-Pierre Protzen, identificou marcas em quase todas as grandes rochas do complexo. Todas elas se caracterizavam como arranhões formados assim que as pedras teriam sido arrastadas.

    Embora as provas não sejam irrefutáveis, elas são aceitas como a hipótese mais provável – a não ser para aqueles que preferem acreditar que alienígenas colocaram as rochas no local.

    A arquitetura

    Com teorias sobre a locomoção em mãos, os cientistas então contam com outros problemas para resolver, como a modelagem das pedras. Enquanto alguns estudiosos acreditam que seres de outros planetas teriam descido à Terra com equipamentos a laser, arqueólogos acreditam que algumas marcas, embora muito precisas e praticamente perfeitas, tenham sido criadas de forma mais modesta.

    As pedras de Puma Punku são de arenito vermelho e andesito. Enquanto o arenito é uma pedra relativamente macia e fácil de ser moldada, o andesito – embora extremamente duro – é facilmente descascado com o uso de outras pedras, especificamente as com resistência superior a 5 Mohs, que são abundantes no local.

    Quem quer que tenha construído Puma Punku abusou de formas geométricas e superfícies polidas, o que parece não ter sido feito por uma antiga civilização. No entanto, cientistas acreditam que eles utilizavam métodos bastante simples para isso.

    Com pedras duras, eles criavam depressões nas rochas, enquanto a areia era utilizada para “moer” a rocha, criando o polimento. A areia tem partículas tão duras que são capazes de nivelar até mesmo as rochas mais resistentes já conhecidas pelo homem.


    Em Puma Punku, os construtores provavelmente colocavam areia entre as pedras e uma superfície lisa, gerando o atrito capaz de deixar todos os blocos lisos como uma pedra polida atualmente. O mesmo método foi utilizado pelos egípcios na construção de monumentos planos de granito, como os obeliscos.

    Com a areia também é possível criar detalhes nas rochas. Com um pedaço de cobre e areia é possível “serrar” as pedras, criando as canaletas encontradas em diversos blocos em Puma Punku. O sistema também é um velho conhecido dos egípcios da antiguidade, que faziam isso para cortar blocos de granito.

    Para chegar a estas conclusões, as equipes de pesquisa observaram a forma de pedras inacabadas presentes no complexo, que demonstram claramente os métodos utilizados. No entanto, alguns detalhes só poderiam ter sido feitos com formões resistentes o bastante para destruírem as pedras, o que, a princípio, seria pouco provável para aquela época.

    Ferramentas de ponta (para a época)

    O que os arqueólogos já sabiam era que os trabalhadores de Puma Punku utilizavam cobre fundido em suas ferramentas; no entanto, apenas o cobre seria muito leve para trabalhar em rochas como as existentes no local.

    Em explorações, cientistas encontraram ferramentas criadas com ligas de metais extremamente fortes, níquel e arsênico, capazes de deixar o cobre muito mais resistente. Com estas ferramentas em mãos, nenhuma das partes de Puma Punku seria tão impossível de ser feita.

    Embora os estudos não sejam uma prova concreta, arqueólogos descobrem em Puma Punku uma nova possível resposta a cada exploração. As teorias de envolvimento com alienígenas já não são mais aceitas como eram até alguns anos atrás, mas ainda há muito a ser explorado no local e alguns mistérios ainda não foram esclarecidos. E você, acredita em teorias sobre alienígenas ou apenas acha que civilizações antigas eram capazes de criar tecnologias que ainda são desconhecidas para nós?

    Fonte:Mega Curioso


    ____________________

    MEU PC::
    Monitor: Philips 196VL 19' polegadas
    CPU: Intel Core I5 2310 2.90GHz Tecnologia Sandy Bridge 32nm
    VGA: Xfx AMD Radeon HD 7770 1024mb Core Edition                                            
    RAM: 6,00GB Dual-Channel DDR3 @ 665 Mhz (9-9-9-24)
    MOB: PCWARE IPMH61R1 (CPU 1) 
    PSU: Corsair 430W ATX Power Supply
    HDD: 500GB Seagate ST500DM002-1BD142 ATA Device (SATA)
    HDD: 2000GB Seagate ST2000DM001-1E6164 ATA Device (SATA)
    OS: Windows 7 Ultimate 64-bit Service Pack 1


    CookieBR
    Veterano
    Veterano

    Plataforma : PC
    Mensagens : 2003
    Reputação : 0
    Idade : 18
    Localização : RJ - RJ
    Link : bit.do/delicia

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por CookieBR em Qui 09 Maio 2013, 18:28

    Caraleow. Raisins Face


    ____________________



    Walrider (PC <3):

    CPU: AMD FX-6300 Six-Core 3.5 GHz
    GPU: Radeon R9 270 PowerColor 2GB OC Edition
    RAM: HyperX Fury Blue 4GB DDR3 1866 MHz
    Gabinete: Aerocool Strike-X GT Black Edition
    Placa-Mãe: Gigabyte 970A-D3P
    Monitor: LG W1752T Flatron 17" 1440x900
    Teclado: HP Multimídia 5189
    Mouse: WX Optical Mouse
    HDD: Western Digital 500GB SATA
    OS: Windows 7 Ultimate 64 bits

    Sávio
    Moderador
    Moderador

    Título : Where's my drink?
    Plataforma : PC
    Mensagens : 11721
    Reputação : 129
    Idade : 20
    Localização : São João de Meriti, RJ

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por Sávio em Qui 09 Maio 2013, 18:29

    se existir algum misterio maior que esse por favor nos avize. Raisins Face


    ____________________

    MEU PC::
    Monitor: Philips 196VL 19' polegadas
    CPU: Intel Core I5 2310 2.90GHz Tecnologia Sandy Bridge 32nm
    VGA: Xfx AMD Radeon HD 7770 1024mb Core Edition                                            
    RAM: 6,00GB Dual-Channel DDR3 @ 665 Mhz (9-9-9-24)
    MOB: PCWARE IPMH61R1 (CPU 1) 
    PSU: Corsair 430W ATX Power Supply
    HDD: 500GB Seagate ST500DM002-1BD142 ATA Device (SATA)
    HDD: 2000GB Seagate ST2000DM001-1E6164 ATA Device (SATA)
    OS: Windows 7 Ultimate 64-bit Service Pack 1


    Pylm
    Veterano
    Veterano

    Título : Linuxer
    Mensagens : 18292
    Reputação : 116

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por Pylm em Qui 09 Maio 2013, 18:32

    já vi numa séria da GV, impressionante Raisins Face


    ____________________
    Some

    JNRois12
    Programador - Básico
    Programador - Básico

    Plataforma : Pseudo-PC
    Mensagens : 6487
    Reputação : 65
    Idade : 17
    Localização : Potim - SP
    Link : g1.globo.com/jornal-nacional/

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por JNRois12 em Qui 09 Maio 2013, 20:45

    meodeos Raisins Face

    Fabio
    Programador - Avançado
    Programador - Avançado

    Título : CEO da Fabio's Gambiarra Industries
    Mensagens : 18286
    Reputação : 306
    Idade : 19
    Localização : Reserva, Paraná, Brasil, América Latina, America do Sul, América, Planeta Terra, Sistema Solar, Via láctea, Universo
    Link : gtamodvicio.blogspot.com

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por Fabio em Qui 09 Maio 2013, 23:27

    No entanto, ao observar atentamente os detalhes de grandes blocos de rocha, pesquisadores encontraram espaços que serviriam como apoios para a fixação de cordas, possivelmente utilizadas para arrastar as gigantescas pedras.

    O respeitado arqueólogo e especialista em Puma Punku, Jean-Pierre Protzen, identificou marcas em quase todas as grandes rochas do complexo. Todas elas se caracterizavam como arranhões formados assim que as pedras teriam sido arrastadas.

    Embora as provas não sejam irrefutáveis, elas são aceitas como a hipótese mais provável – a não ser para aqueles que preferem acreditar que alienígenas colocaram as rochas no local.

    É provado que existiam cordas que puxassem o peso dessas pedras nessa época? :pq:


    ____________________

    Modifico quase qualquer coisa.   :)
    ------------------>>>http://gtamodvicio.blogspot.com/<<<------------------

    Meu PC:
    Spoiler:

    Configurações PC:
    *Processador: Intel Core i7 4790K 4.00GHz LGA1150
    *Placa Mãe: GIGABYTE GA-H97M-D3H Intel (LGA1150)
    *HD: 1TB Seagate Barracuda 64MB Sata III 7200RPM (2x - RAID 0)
    *HD²: SAMSUNG M3 Externo USB 5400RPM 1TB
    *Placa de vídeo: Nvidia GTX660 2GB DDR5 192bit EVGA
    *RAM: 8GB DDR3 1600MHZ Kingston HYPER X BEAST (2x4GB)
    *Fonte: Corsair 600W Reais CX600M Modular - CP-9020060-WW (80 Plus Bronze)
    *Gabinete: Gabinete Raidmax Super Hurricane Branco - 248WB
    *Monitor: LG 23MP55HQ Full HD HDMI 23'

    Sávio
    Moderador
    Moderador

    Título : Where's my drink?
    Plataforma : PC
    Mensagens : 11721
    Reputação : 129
    Idade : 20
    Localização : São João de Meriti, RJ

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por Sávio em Qui 09 Maio 2013, 23:46

    gostaria muito de obter minhas respostas.


    ____________________

    MEU PC::
    Monitor: Philips 196VL 19' polegadas
    CPU: Intel Core I5 2310 2.90GHz Tecnologia Sandy Bridge 32nm
    VGA: Xfx AMD Radeon HD 7770 1024mb Core Edition                                            
    RAM: 6,00GB Dual-Channel DDR3 @ 665 Mhz (9-9-9-24)
    MOB: PCWARE IPMH61R1 (CPU 1) 
    PSU: Corsair 430W ATX Power Supply
    HDD: 500GB Seagate ST500DM002-1BD142 ATA Device (SATA)
    HDD: 2000GB Seagate ST2000DM001-1E6164 ATA Device (SATA)
    OS: Windows 7 Ultimate 64-bit Service Pack 1


    Conteúdo patrocinado

    Re: Puma Punku: misteriosas ruínas milenares parecem obra da engenharia moderna

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 06:33


      Data/hora atual: Seg 23 Jan 2017, 06:33